domingo, novembro 14

A Reportagem

A Reportagem é um gênero jornalístico. Embora ela geralmente se inicie como a notícia - com um lead -, ela amplia o fato principal, acrescentando opiniões e diferentes versões. A reportagem não tem uma estrutura rígida. De modo geral, depois do lead, desenvolve-se a narrativa do fato principal, ampliando-a e compondo-a por meio de entrevistas, depoimentos, boxes com estatísticas, pequenos resumos, textos de opinião. Como todo texto jornalístico, a reportagem é sempre encabeçada por um título, que anuncia o fato em si; pode ou não apresentar subtítulo.

Na reportagem, emprega-se uma linguagem clara, dinâmica e objetiva, de acordo com o padrão culto da língua. Embora a linguagem seja impessoal, quase sempre é possível perceber a opinião do repórter sobre os fatos ou sua interpretação. Às vezes, o jornal ou a revista emprega uma linguagem mais informal, dependendo do público a que se destina.

Características da reportagem

1. informa de modo mais aprofundado sobre fatos que interessam ao público a que se destina o jornal ou revista, acrescentando opiniões e diferentes versões, de preferência comprovadas;

2. costuma estabelecer conexões entre o fato central, normalmente enunciado no lead, e fatos paralelos, por meio de citações, trechos de entrevistas, boxes informativos, dados estatísticos, fotografias, etc.;

3. pode ter um caráter opinativo, questionando as causas e os efeitos dos fatos, interpretando-os, orientando os leitores;

4. predomínio da função referencial da linguagem;

5. linguagem impessoal, objetiva, direta, de acordo com o padrão culto da língua.

Diferenças entre reportagem e notícia

Enquanto a notícia nos diz no mesmo dia ou no seguinte se o acontecimento entrou para a história, a reportagem nos mostra como é que isso se deu. Tomada como método de registro, a notícia se esgota no anúncio; a reportagem, porém, só se esgota no desdobramento, na pormenorização, no amplo relato dos fatos.

O salto da notícia para a reportagem se dá no momento em que é preciso ir além da notificação - em que a notícia deixa de ser sinônimo de nota - e se situa no detalhamento, no questionamento de causa e efeito, na interpretação e no impacto, adquirindo uma nova dimensão narrativa e ética. Porque com essa ampliação de âmbito a reportagem atribui à notícia um conteúdo que privilegia a versão. Se a nota é geralmente a história de uma só versão, a reportagem é por dever e método a soma das diferentes versões de um mesmo acontecimento.

IN: Cereja, Willian; Magalhães. Thereza. Texto e Interação. São Paulo: Atual editora, 2000.

5 Comments:

Blogger Neném said...

Obrigado, Salete. Precisava de características sobre a reportagem para responder um exercício e o texto que encontrei em seu blog estava como eu precisava. Parabéns pelo blog!
Igor Cerri

10 de maio de 2009 08:14  
Blogger neide said...

Parab´ns pela clareza em que conceituaste e demonstrates a diferença entre notícia e reportagem ,bem como as ligações.

4 de setembro de 2009 18:53  
Blogger Luuucas said...

Agradeço a você por postar um conceito tão claro sobre a reportagem , de coração .
Muito obrigado

28 de setembro de 2009 08:45  
Blogger Temas Polêmicos e Famosos said...

Muito obrigada Salete, você me ajudou muito com essa postagem, estava mesmo precisando das características da reportagem para concluir um trabalho, e bem... acho que está pronto.

13 de maio de 2010 07:27  
Blogger matheus said...

se n fosse esse site eu tava fudido

5 de maio de 2011 06:27  

Postar um comentário

<< Home